Menu fechado

Eleições das diretorias das nossas instituições

Estamos todos nós, Auditores, de parabéns!

 

Fizemos história nas eleições das diretorias das nossas instituições no sábado passado.  Conseguimos reduzir a abstenção em 30%, se comparada com a eleição anterior do Sindifisco;  reunimos nas urnas 2/3 dos sindicalizados aptos a votar. Foi uma grande festa que proporcionou um ganho político importante para a categoria.  E o Sindifisco precisará dessa força adicional.

Desde o início, nós nos preocupamos em inovar. Foi com esse espírito que formamos o grupo e estruturamos a proposta de trabalho para o biênio 2017/18, antes mesmo de formarmos a chapa que concorreria à eleição. Ela surgiu com as ideias já amadurecidas. Em seguida veio o sugestivo nome: SOMOS TODOS AUDITORES. Na campanha não foi diferente, trouxemos os vídeos do Café com Paulo para que as ideias defendidas pela chapa pudessem chegar mais facilmente aos ouvidos e aos olhos do sindicalizado. Toda essa estruturação e comunicação de ideias não teve outro objetivo senão o de alimentar o debate, com radical transparência.
Fica nosso agradecimento à chapa adversária, que nos motivou a extrair o nosso melhor nessa campanha.

Nesse contexto, querido(a)s colegas, eu me dirijo a todos vocês, inclusive a quem não votou na nossa chapa, primeiramente para agradecer pela acolhida e a paciência que vocês dispensaram para nos ouvir, bem como pela participação nos debates presenciais e nas redes sociais, em seguida, para agradecer também pelos votos recebidos e pela colaboração daqueles que acreditam no nosso projeto e participaram da nossa campanha e, por último, para convocar todos para nos reunirmos num só corpo e numa só mente, empenhados na solução das questões consensuais, algumas urgentes, que foram reclamadas no transcorrer do processo eleitoral.
Tais questões, pedem urgência: descontinuidade da Parcela Indenizatória – PI – anunciado no mesmo decreto que a criou; do não pagamento da correção de 7% do subsídio de parte dos aposentados; do não reposicionamento na carreira de outra parte dos aposentados e; da inclusão da SEFAZ no projeto que prevê os aumentos de subsídios de diversas categorias nos próximos anos.

Trabalharemos para que a cada questão, debatamos com transparência para formarmos consensos necessários a manter junta a força de cada um de nós, que é o que sustenta o Sindifisco.

Paulo Sérgio dos Santos Carmo
Presidente Eleito do Sindifisco

Goiânia, 30 de novembro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *